segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Artesanato na Família parte 5 - a tia Dilva Lima

A Dilva Lima é uma artesã profissional! Ela é artista plástica e trabalha com pinturas e esculturas, é irmã da minha sogra - a Dona Leoni.

A tia Dilva já expôs em diversos lugares do Brasil e inclusive no exterior. Trabalha com várias técnicas que podem ser vistas no blog "Dilva Lima"  http://dilvalima.blogspot.com/ .

Artesanato na Família parte 4 - minha cunhada

A Rejane faz patchwork desde 2003, que nem eu. Ela é casada com o Rogério, irmão do meu marido.
Sempre acabo falando alguma coisa dela aqui no blog, pois enquanto os "guris" andam de carrinho no computador, nós duas fazemos nossas costurinhas em patchwork (e falamos, falamos, falamos).

Nos últimos tempos agora a coisa anda meio devagar, pois minhas noites de sextas-feiras não são bem como eram antes do nascimento do Felipe, mas ainda sai alguma coisa...

Não tenho fotos dos trabalhos da Rê, mas acessando o blog "Costurê" você pode conhecer alguns trabalhos em patchwork bem bonitos:

http://costure-rvd.blogspot.com/

Aqui nós duas no Festival de Patchwork de Gramado deste ano, admirando os trabalhos da mostra. 


Rê, quando a gente vai conseguir fazer um trabalho desse tamanho??? rsrsrsrs

Artesanato na Família parte 3 - minha sogra

A minha sogra D. Leoni faz um monte de coisas legais.
Faz sapatinhos de tricot para doar, faz bordados, e adora comprar uma roupa que "precise" de um ajuste! 

Tem um bordado que a D. Leoni aprendeu com a sogra dela, mas é tão trabalhoso que não me animei a aprender. Juro que tentei, mas não deu!!
Consiste em fazer uma trança e depois aplicar esta trança sobre um desenho feito em papel pardo. Depois, faz um crochet juntando as tranças formando uma trama. É lindíssimo!!!




 Essa almofada é minha (êba!), mas já este vi a D. Leoni fazer este trabalho em estolas, golas de vestido e apliques para roupas...

Aqui alguns dos sapatinhos de lã feitos nesse inverno. Os últimos que ela fez foram doados pro azilo Padre Cacique, aqui de Porto Alegre.



Olha o capricho da florzinha rococó!!!

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Artesanato na Família parte 2 - meu pai

Meu pai sempre foi muito habilidoso também: costura o que precisa, sempre teve máquina, trabalha em tear, mas o que ele gosta mesmo é de trabalhar com madeira.
Cresci vendo o Sr. Silvio "descer pra garagem" nos finais de semana pra trabalhar em madeira. Hoje quando eu sinto aquela baita vontade de costurar, entendo ele!



 Esses nichos ele fez pro quarto do Felipe:


 



Artesanato na Família parte 1 - minha mãe

Minha mãe sempre foi habilidosa, mas não perde muito tempo com artesanato. Uma pena...

Aí vai uma amostra de alguns trabalhos que ela já fez, e ainda faz muito bem!
Pintura em Porcelana (anos 80):
 Mantas de soft: são vários modelitos de barra de crochet!

 


As mantas de soft ela faz pra vender, por encomenda: taniamgporto@hotmail.com

domingo, 18 de setembro de 2011

14º Festival Brasileiro de Quilt e Patchwork em Gramado!

Sempre procurei ir ao Festival de Patchwork de Gramado. Mas em 2009 eu estava grávida, não fui. Em 2010 o Felipe era bebezinho, não fui.
Neste ano de 2011 tudo conspirou a favor: eu estava de férias e tinha um feriado no 1º dia da feira.
Subiu toda a família pra Gramado. Mas claro, cada macaco no seu galho: meninas pro Festival de Patchwork e meninos pro SuperCarros!

Abaixo postei algumas fotinhos do evento e dos trabalhos ma-ra-vi-lho-sos que estavam expostos:
A Rejane e eu:
 Eu e mami:


 Olha este trabalho!!! Parece que foram usadas diversas técnicas de tão diferentes que ficaram os desenhos, mas na verdade todos os quadrados são caleidoscópios.

 Meu Deus, como é que se quilta isso?? Fala sério! Só com uma daquelas máquinas enormes.


 Ahhh, símbolos do nosso Rio Grande! O Laçador e o Pôr-do-sol.




 Meu sonho de consumo: trabalhos que mostram dimensões.
Parece que todo mundo se divertiu...

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Revisteiro - Vitral com viés aplicado

Esta flor foi iniciada no 4º EGPB - 2009 com a técnica "Vitral com viés aplicado", e foi concluída só agora, em agosto de 2011.
Não gosto de projetos interminados, me deixam angustiada, então peguei uma moldura de revisteiro (que também comprei no mesmo evento) e estava ocupando um belo espaço no meu armário de costuras e montei meu primeiro revisteiro! 


Essa técnica exige um bom planejamento, pois deve-se recortar os tecidos para depois colar na base clara, conforme o molde escolhido, e costurar o viés preto nas bordas. Mas o complicado é que todas as pontas dos vieses pretos devem ficar pra dentro, por isso a necessidade de planejar qual será o viés "mestre", que é o último a ser aplicado, tapando as pontas dos outros vieses (passa bem no meio do trabalho e da flor - veja na foto acima).



Eu uso muito essas embalagens para moldes, mas sugiro que vcs usem uma base mais "durinha".


Vire do avesso o revisteiro pra fazer o forro:





O revisteiro ficará melhor estruturado se você colocar as alças da direita e da esquerda bem nas pontas, mais afastadas da alça central - diferente do que eu fiz!



quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Conjunto Americano - 6 peças

Conjunto Americano, feito em tecido barrado nacional (listrado e poá, em bege e marrom), para aniversário da minha amiga Queli:
A parte central do bolso é fechada, e tem o formato de "U" para não ficar embaixo da base do prato.

Tomara que combine com a casa nova dela!!!
Ocorreu um erro neste gadget